Profissão: Instrutora de Mergulho

Já imaginou ganhar a vida visitando diariamente peixinhos, corais, tartarugas e até tubarões?
A mergulhadora Nathalia Castro conseguiu! Em depoimento, ela conta mais sobre a profissão e sua paixão pelo mar

A instrução de mergulho não é, efetivamente, minha primeira profissão. Tudo começou quando passei no vestibular para o curso de Oceanografia e, ainda sem entender exatamente que tipo de profissional me tornaria, abracei o grande estereótipo que orbita os oceanógrafos e, sem pensar duas vezes, comprei uma prancha de surf e me matriculei num curso básico de mergulho. Pode-se logo imaginar que fiz tudo errado: ser oceanógrafo em nenhum nível significa ser surfista ou mergulhador e, para completar, eu era um fracasso sobre as ondas. Felizmente, embaixo d’água a história era outra.

Me formei instrutora de mergulho um ano antes da graduação em Oceanografia e, embora as duas profissões compartilhem a paixão pelos oceanos, não possuem nada mais em comum, o que me impede até hoje de exercer ambas. Por que optei pelo mergulho? Mais do que apenas um profissional que ensina o manuseio do Scuba (Self contained underwater breathing apparatus) — equipamento necessário para o esporte — e suas técnicas, o instrutor de mergulho é a chave para um mundo completamente novo e extraordinário.

Levitar e respirar embaixo d’água, sem sentir influência da gravidade e ter a oportunidade de observar um fundo repleto de corais, peixes de todas as formas e cores, vivendo tranquilamente suas vidas, raias, tartarugas e muito mais, é uma sensação indescritível e singular.

Quando um aluno respira pela primeira vez embaixo d’água ou faz seu primeiro mergulho no mar, se dá conta de tudo isso, passa por todas essas sensações e experiências impressionantes e, então, volta à superfície com um sorriso de orelha a orelha. Agradece ao seu instrutor por ter aberto as portas para um novo mundo e é esse o momento em que temos a melhor recompensa de todas.

Por isso, me sinto plena e feliz por ter acreditado e seguido na profissão. Creio que deva ser a mesma sensação que um professor tem ao ver seu aluno progredindo; a única diferença é que a minha sala de aula é muito mais bonita e divertida! No Brasil, a indústria do mergulho ainda está amadurecendo e, portanto, é financeiramente difícil trabalhar 100% do tempo somente como instrutor, o que acaba resultando em um grande número de ‘instrutores de fim de semana’. Devido a esse panorama deixei o país e atualmente trabalho na maior empresa de mergulho do Caribe Holandês, como Master Scuba Diver Trainer”.

Venha para baixo d’água você também!

Procure a escola de mergulho PADI mais próxima e inscreva-se no curso Open Water Diver, o nível de entrada para todos os mergulhadores. Nele você aprenderá a teoria do mergulho e fará aulas práticas na piscina com um instrutor totalmente qualificado e aprovado pela Associação Profissional de Instrutores de Mergulho (PADI).

Depois, mergulhos no mar, ou o que chamamos de águas abertas, estão liberados e você poderá ver as maravilhas do mundo subaquático com seus próprios olhos! Se você já é um mergulhador certificado, não fique parado! Volte ao seu centro de mergulho e informe-se sobre a educação continuada PADI. O mundo do mergulho sempre tem alguma novidade pra lá de divertida! Escolha seu próximo passo e bons mergulhos!

Tags:

Comentários

REVISTA ESTILO FASHION

Edição 27

A Estilo Fashion é publicada semestral e contém assuntos váriados como moda, gastronomia, saúde, etc.

SAIBA MAIS

ANUNCIOS

  • Clínica - Odontologia

    Alfa Consultorio Odontólogico

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Arquitetura - Interiores

    Arquitetura Expressa

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Viveiros de Mudas

    Viveiro Porto Amazonas

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Tatuagens

    The Kings Tattoo

    Veja mais sobre esse anuncio