Implante dentário, quem pode fazer?

O dentista Dario Paterno Júnior explica quais são as condições ideais e os possíveis riscos para quem sonha com um novo sorriso

Segurança, conforto e satisfação. Essas são as palavras de quem passou por um tratamento com implantes e recuperou a plena capacidade de mastigar, falar e sorrir. Mas, uma das primeiras dúvidas que surgem na mente daqueles que gostariam de passar pela mesma sensação é: será que eu posso? Qualquer pessoa pode colocar um implante ou há contraindicações? Afinal, quais são os riscos na hora de colocar um implante?

As respostas para essas questões não são tão simples assim. Para saber se você é, ou não, um candidato a um tratamento com implantes, existe uma série de fatores que precisam ser analisada pelo dentista. Entre esses fatores estão suas condições gerais de saúde. O diabetes, o fumo, as disfunções cardíacas graves, as doenças gengivais, as cáries, o acúmulo de placa bacteriana, os canais malsucedidos, a perda óssea acentuada, o bruxismo (ranger os dentes) e as infecções costumam ser os fatores de risco mais comuns para um tratamento com implantes dentários.

Mesmo assim, não podem ser considerados impeditivos para a realização de um tratamento. Cada caso precisa ser analisado cuidadosamente, pois não há regras fixas estabelecidas. Tudo vai depender do quanto esses fatores poderão interferir no sucesso do implante. Por exemplo, se uma pessoa é portadora de diabetes, é preciso analisar se a doença está controlada, pois pode haver um risco maior de inflamação. O mesmo raciocínio vale para os demais fatores.

Se você é fumante, isso não significa que está proibido de colocar um implante. As pesquisas mostram que fumar durante as duas semanas posteriores à colocação do implante pode prejudicar o processo de cicatrização e contribuir para que o implante não se fixe ao osso de maneira adequada. Ou seja, fumar reduz o índice de sucesso do tratamento.

Como você pode perceber, há fatores que justificam um maior cuidado na hora de avaliar se é possível ou não realizar um implante. Muitas vezes, um inimigo que parece um monstro se transforma em um aliado. Há casos em que pacientes temiam não poder fazer um implante por causa das cáries, mas, ao visitar um especialista, descobriram que poderiam se livrar das cáries e, ainda por cima, colocar o desejado implante. Resolveram dois problemas de uma vez só.

O fato, é que somente o dentista vai poder dizer se você é ou não candidato a um implante. Por isso, mesmo que você apresente algum fator considerado inimigo do implante, vale a pena passar por uma avaliação.

Tags:

Comentários

REVISTA ESTILO FASHION

Edição 27

A Estilo Fashion é publicada semestral e contém assuntos váriados como moda, gastronomia, saúde, etc.

SAIBA MAIS

ANUNCIOS

  • Automóveis - Centro Automotivo

    Auto Tires

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Chaveiro

    Chaveiro Nilo

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Restaurante - Lanchonete

    Caçarola - Restaurante Rotisserie e Doceria

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Imobiliária

    Squadros Imobiliária

    Veja mais sobre esse anuncio