Biscuit, uma arte ilimitada

Descubra a origem da massa de modelar que conquistou o país e que hoje é a responsável pela fonte de renda de muitos brasileiros

Quem nunca brincou com massinha de modelar na infância? Atualmente, a brincadeira preferida da criançada faz parte da vida de muitos artesãos como fonte de renda e de prazer.

Sua utilização no artesanato tem uma grande gama de opções para serem modeladas, desde objetos decorativos pequenos até grandes peças. A criatividade é tão vasta que a partir de uma ilustração, caricatura ou foto, é possível reproduzir um objeto ou pessoa em 3D, com características idênticas às da foto. Esse trabalho é muito requisitado por noivos que encomendam suas réplicas no topo dos bolos de casamento. Um trabalho original e personalizado.

O biscuit também é conhecido como porcelana fria. Sua massa é feita com amido de milho e cola branca, que duplamente cozida, imita mármore branco na cor e no aspecto. Costuma ser produzido de maneira caseira com conservantes naturais, como limão e vinagre, para evitar que a massa embolore ou com conservantes químicos industriais de mesma função, como o ácido cítrico ou citrato de hidrogênio que também é antioxidante.

A origem mais provável dessa versátil massa de modelar é de que tenha sido criada na Itália, onde era chamada de pasta di sale, que significa massa de sal, uma combinação de farinha, água e sal, que quando misturada e sovada, adquiria consistência para modelagem. Na Europa, sua denominação mais conhecida é patês à sel, a versão em francês do nome original. No entanto, no século XII, os incas já modelavam pequenos animais para serem oferecidos aos deuses. As peças eram feitas em cera e, posteriormente, recobertas com argila. Depois, eram cozidas para endurecer o barro e derreter a cera.

No período colonial, os alemães faziam enfeites para ornamentar os pinheiros de natal, porém adicionavam bastante sal à massa para evitar que roedores e insetos destruíssem as peças. Mais tarde, os Estados Unidos começaram a confeccionar bonecos com a mesma massa caseira conhecida salt dough, também massa de sal em inglês, que até hoje é mantida como tradição.

No entanto, os produtos não tinham resistência nem durabilidade. Foram acrescentados, então, materiais como a cola branca para obter uma matéria-prima mais resistente e com a vantagem de poder receber pintura e acabamentos variados. Anteriormente, essa massa era feita apenas de forma caseira e na cor branca. Hoje já a encontramos produzida industrialmente e em diversas cores.

Para quem faz em casa, é possível encontrar corantes líquidos ou em gel para colorir a massa. Essa “massinha mágica” conquistou grande espaço na América Latina com núcleos importantes de produção na Argentina, Bolívia, Chile e Peru. No Brasil, começou a ganhar popularidade a partir dos anos 1980.

Os materiais são leves e fáceis de transportar. Sem contar que em qualquer lugar podemos colocar a “mão na massa”, literalmente. Além da massa (branca ou colorida), são utilizados boleadores – servem para bolear, fazer bolas, moldar no formato desejado; estecas – servem para modelar; rolinhos artísticos – servem para dar textura e marcar a massa; carretilhas e cortadores; ejetor para massa de biscuit – injetar a massa nos lugares mais difíceis do trabalho; carimbos – marcar desenhos na massa; e moldes de silicone – modelar a massa. Ainda é possível improvisar com materiais que temos em nosso lar.

A variedade de produtos feitos com biscuit é muito grande. Entre eles estão ímãs de geladeira, lembrancinhas para diversas ocasiões, peças decorativas, bijuterias, botões, bichinhos, bonecos, quadros, porta-retratos, réplicas de bolo, doces, salgados, flores, frutas etc.

A modelagem nos é ensinada desde criança, então por que não seguir e relembrar essa época tão maravilhosa de nossas vidas em que a “massinha mágica” fazia parte dela? Como fonte de prazer ou de renda, podemos, por meio dessa arte, usar nossa imaginação e criar peças lindas e exclusivas que, além de deliciar os olhos, agrada nosso coração!

Comentários

REVISTA ESTILO FASHION

Edição 27

A Estilo Fashion é publicada semestral e contém assuntos váriados como moda, gastronomia, saúde, etc.

SAIBA MAIS

ANUNCIOS

  • Restaurante

    Tempero Completo

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Decoração de Ambientes

    Dacor Shop

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Oftalmologia - Óticas

    Patricia Voges Pereira - Ortoptista

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Home Care

    Nursing Home Care Ltda

    Veja mais sobre esse anuncio