Automóveis e bicicletas

O escritor Célio Pezza dá sua opinião sobre a convivência entre motoristas e ciclistas e explica o que as grandes cidades precisam para solucionar o problema

Imagine um espaço onde todos os carros e pedestres andem juntos. O que vai acontecer? Com certeza, muitos pedestres serão atropelados. Por este motivo, alguém no passado teve a brilhante ideia de separar os carros dos pedestres e criou as calçadas. Se não existissem calçadas, dá para imaginar o caos no trânsito, com os carros e os pedestres misturados e correndo um para cada lado? Dá para imaginar a quantidade de atropelamentos?

Resumindo a história, cada qual tem que ter o seu espaço, pois é impossível uma convivência sem que um atrapalhe o outro e causem acidentes. Da mesma forma, vemos na mídia uma forte corrente forçando para que os ciclistas andem lado a lado com os carros nas grandes cidades. Este é um tremendo erro e quem levanta esta bandeira está no mínimo equivocado. Não dá certo colocar bicicletas e carros no mesmo espaço, da mesma forma que não dá certo colocar carros e pedestres juntos, sem calçadas. Não adianta criar regras ridículas de espaço mínimo entre um e outro, pois além de não serem viáveis, não serão respeitadas nem por um nem por outro. 

A questão é simples: proibir bicicletas nas grandes vias das grandes cidades. O trânsito já é caótico e, se formos criar regras para tentar conviver com as bicicletas, irá piorar. Vamos deixar esta baboseira de veículo não poluidor, pois uma bicicleta não é um veículo de transporte nas grandes cidades, sendo mais um veículo de lazer.

Pode ser nas zonas rurais, nas pequenas vilas, nas vias de baixo trânsito, mas nunca numa via expressa ou de alto trânsito, como uma Av. Paulista, em São Paulo, ou Av. Brasil, no Rio de Janeiro. Não temos espaços nestas avenidas para construir vias exclusivas para bicicletas e criar regras de distância mínima entre carros e bicicletas não vai resolver o problema. Pelo contrário, as regras servirão somente para morrer mais ciclistas e aumentar a arrecadação com multas. 

Da mesma forma que as calçadas foram criadas para o pedestre ir e vir com segurança, isolado dos carros, a única solução é criar um espaço para os ciclistas, isolado dos carros. Nos locais aonde isto for possível, que se criem tais espaços e, onde não for possível, que não possam circular as bicicletas. Na verdade, o que realmente precisamos é de um melhor sistema de transporte coletivo para diminuir os carros nas ruas. Até lá, tudo que se diga é baboseira. Ou como dizia meu avô “é uma parolagem amena para acalentar bovinos”, que no bom português quer dizer: conversa mole para boi dormir. 

Tags:

Comentários

REVISTA ESTILO FASHION

Edição 27

A Estilo Fashion é publicada semestral e contém assuntos váriados como moda, gastronomia, saúde, etc.

SAIBA MAIS

ANUNCIOS

  • Autoescola

    Auto Escola Passeio

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Confeitarias

    Confeitaria Monte Castelo

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Cambio - Ouro

    Coluna DTVM

    Veja mais sobre esse anuncio

  • Suplementos Nutricionais

    Pronutri Suplementos

    Veja mais sobre esse anuncio